Após pressão, Dersa promete trabalhar com manutenção preventiva e operar com capacidade máxima

Atendendo pedido do prefeito de Ilhabela, Márcio Tenório, secretários municipais se reuniram na última semana com dirigentes da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) para demonstrar a indignação da gestão municipal e da população com o ineficiente serviço de travessia das balsas, que no último feriado prolongado teve uma nova ocorrência que prejudicou moradores e turistas, com filas acima do tamanho normal. A concessionária disse que implantou manutenção preventiva, que trabalhará com 7 balsas durante a temporada e que também terá a substituição de uma balsa menor por uma maior.

Na reunião, o secretário de Administração, Osvaldo Julião, demonstrou a indignação do prefeito e da população e apresentou uma lista de reclamações sobre o serviço no feriado prolongado do “Dia da Consciência Negra”, que teve o recorde de quebra de balsas: cinco das sete que fazem o serviço de travessia, operado pela Dersa. A empresa alegou que a ocorrência foi algo inusitado e que não se repetirá mais, porque a empresa adotou a manutenção preventiva.

Cobrada também pelo governo municipal com relação aos investimentos para a manutenção e o regular funcionamento das balsas, a concessionária assegurou que todas as sete balsas funcionarão durante a temporada. A empresa prometeu a chegada de uma balsa maior (provavelmente a FB 18 ou FB 29) para substituir uma menor, a FB 14, que tem capacidade para apenas 27 carros. A chegada da balsa substituta foi prometida para 18 de dezembro.

Indagada sobre a contrapartida da Dersa para a melhoria da infraestrutura da balsa, com a construção de um novo atracadouro em Ilhabela, com sistema de gavetas, os dirigentes alegaram que a empresa não tem recursos, nem tampouco para a compra de uma nova balsa, avaliada em torno de R$ 30 milhões.

Os representantes do governo municipal informaram que, junto com a Câmara e entidades e órgãos que representam a sociedade civil, farão pressão com os deputados da bancada paulista junto ao governos estadual e federal, com o intuito de conquistar emendas em torno de R$ 35 milhões para o novo projeto de atracação das balsas.

Embora tenha alegado que houve um crescimento no acesso à Ilhabela, a direção da concessionária se comprometeu a melhorar o transporte público. “Vamos nos desdobrar para atender com todas as sete balsas, conforme reivindicado na reunião”, afirmou Ermes Silva, gerente de Relações Institucionais, que veio à reunião acompanhado de Glauco Cugler de Carvalho, coordenador de Operações, e Ricardo Cumino, diretor de Operações.

Além de Osvaldo Julião, participaram da reunião os secretários Luiz Lobo (Governo), Vinícius Julião (Advocacia Geral) e Luiz Paladino (Obras).

 Fonte e foto: Prefeitura de Ilhabela

Comentários

Comentários


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/portalcaicara/www/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: