Arquipélago de Alcatrazes será aberto para visitação pública

Com a presença dos ministros da Defesa, Raul Jungmann e do Meio Ambiente, José Sarney Filho, o Instituto Chico Mendes (ICMBio) e a Marinha do Brasil promoveram, na tarde desta quarta-feira (13), o evento que marca a abertura para visitação pública do Arquipélago de Alcatrazes. A nova reserva de vida silvestre fica a cerca de 20 quilômetros da costa de São Sebastião. O prefeito Felipe Augusto e o prefeito de Ilhabela, Marcio Tenório, também prestigiaram o evento que aconteceu na Delegacia da Capitania dos Portos, na Rua da Praia.

O chefe do Executivo sebastianense já tem alinhavado entendimentos com o ICMBio e a Marinha para que a prefeitura também seja atuante no monitoramento das visitas e na preservação do arquipélago. “Alcatrazes é mais um impulso no sentido de atrair um maior número de turistas para o nosso município”, enfatizou Felipe Augusto. Já o prefeito de Ilhabela afirmou que a abertura do arquipélago fortalecerá ainda mais o turismo do Litoral Norte. “É uma referência nacional de turismo, agora, à disposição da população. Isso, sem dúvida, impulsionará o interesse de turistas e cientistas. Vejo como positivo, desde que seja feito de forma sustentável”, concluiu.

O arquipélago ficou conhecido nos anos 80 por servir de raia de exercício de tiros da Marinha. Hoje, até os ambientalistas entendem que a ação da força armada no local foi fundamental para a preservação de Alcatrazes.

De acordo com o ministro da Segurança, a assinatura é muito importante para o país. “Abrir o arquipélago para visitação é um marco histórico”, disse Jungman. O local, de mil hectares, antes era usado pela Marinha do Brasil como área de treinamento de tiros”. O ministro Sarney Filho também destacou a relevância do evento. “A criação da unidade de conservação era aguardada há décadas”, lembrou.

Fonte: PMSS (Foto: Marcos Bonello)

Comentários

Comentários


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/portalcaicara/www/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: