Caixa d’água e mesa de plástico são retiradas do mar de Ilhabela pela Ação Lixo Marinho

Mais de 10 milhões de toneladas de plástico vaza para os oceanos todos os anos, segundo pesquisa divulgada pelo WWF – Fundo Mundial para a Natureza. A equipe da Ação Lixo Marinho, realizada pela empresa Operação Praia Limpa, tem constatado isso de perto, durante as ações realizadas pelo canal e costeiras de Ilhabela.

No último fim de semana, dos 120kg de lixo retirados do mar, 54% dos resíduos eram plástico. Segundo o estudo do WWF, mais de 104 milhões de toneladas de plástico irão poluir o ecossistema até 2030. Só o Brasil, produz 11,3 milhões de toneladas de lixo plástico, ficando em 4º lugar dos países produtores de lixo do mundo, estando atrás apenas dos Estados Unidos, China e Índia. De acordo com o levantamento realizado, o brasileiro produz aproximadamente 1 quilo de lixo plástico por semana.

Entre os resíduos encontrados, uma caixa d’água e uma mesa de plástico, além de  grande quantidade de garrafas PET e fios elétricos foram retiradas da costeira de Ilhabela. No sábado (9), a equipe esteve do lado norte da Ilha, fazendo a limpeza de superfície até a Ponta das Canas, e depois a retirada de lixo da costeira da Praia do Pacuíba até o Jabaquara. Neste dia também foram feitas abordagens nas embarcações, com entrega de ecobags e folders educativos para conscientização das pessoas sobre o descarte correto do lixo.

“Ao chegar à natureza, os plásticos provenientes de descarte inadequado passam por um processo de fragmentação realizado pela chuva, vento e movimento das ondas produzindo pequenas partículas de plásticos que se caracterizam como microplástico. Esse tipo de material tem capacidade de absorver produtos tóxicos como pesticidas e metais pesados causando danos à biodiversidade. Essa intoxicação se propaga ao longo da cadeia alimentar podendo até contaminar seres humanos que se alimentam desses organismos intoxicados”, alerta a bióloga marinha, Roberta Gomes.

No domingo (10), a Ação Lixo Marinho continuou do lado norte, recolhendo muito isopor, ferro, fios, cabos, embalagens de óleo de motor, lâmpadas e um motor de tanquinho. “A conscientização é o passo mais importante para que haja soluções concretas para o descarte correto do lixo. As pessoas tem que entender que só depende delas e é isso que a Ação Lixo Marinho está levando ao mar, com as abordagens nas embarcações. Queremos que elas tenham consciência de que só com  o descarte correto teremos mudanças na produção de lixo do que consumimos”, explica o Diretor da Operação Praia Limpa, Rogério Vieira Lima  Muniz.

No final da ação, a equipe realiza a triagem do lixo, separando os resíduos e pesando. Após isso, tudo que foi recolhido é encaminhado ao Aterro Municipal de Ilhabela. Além disso, esta sendo feito um mapeamento de toda a área por onde a equipe da Ação Lixo Marinho passa, para emissão de relatórios técnicos elaborado pelo Engenheiro Ambiental, Kelvin Teixeira.

Sobre a ação

A Ação Lixo Marinho, realizada pela empresa Operação Praia Limpa teve início em fevereiro e segue até o final do mês de abril, e mesmo com o inicio da baixa temporada, segue pelo mar e nas comunidades conscientizando pescadores e ocupantes das embarcações sobre o descarte correto do lixo. A ação é contratada pela Prefeitura de Ilhabela, através da Secretaria de Meio Ambiente, e recebe o apoio institucional das empresas Concessionária Chevrolet Veibrás, Macboot, Rádio Ilhabela FM, ABLM, Instituto Supereco, KR Turismo e KL Ambiental – Engenharia e Consultoria Ambiental.

Fonte: Operação Praia Limpa (Foto: Divulgação / OPL)

Comentários

Comentários


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/portalcaicara/www/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: