Caraguá participa da Semana Mundial de Combate à Aids

Com foco nos públicos vulneráveis, ideia é também aumentar percepção de que todos estão vulneráveis

Como parte das ações do Dia Mundial de Combate à Aids (1º/12), todas as Unidades Básicas de Saúde de Caraguá (UBS) realizam, a partir desta sexta-feira (25/11), até 1º de dezembro, das 8h às 16h, coletas para testes rápidos de diagnóstico de HIV e Sífilis. A ação integra a Campanha Estadual “Fique Sabendo – Tire o peso da dúvida”, destinada às pessoas que nunca realizaram o exame.

Neste sábado (26), a Unidade de Moléstias Infectocontagiosas (UAMI) e todas as UBS, também estarão abertas, no mesmo horário, para a realização dos testes.

Segundo o Ministério da Saúde, a campanha deste ano dará enfoque aos jovens homossexuais de 15 a 24 anos, das classes C, D e E. A ação busca discutir as questões relacionadas à vulnerabilidade ao HIV/Aids, na população prioritária, sob o ponto de vista do estigma e do preconceito. Além disso, a ideia é estimular a reflexão sobre a falsa impressão de que a Aids afeta apenas o outro, distante da percepção de que todos estamos vulneráveis.

Ministério da Saúde altera nomenclatura de “DST”- O Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais passa a usar a nomenclatura “IST” (infecções sexualmente transmissíveis) no lugar de “DST” (doenças sexualmente transmissíveis). A nova denominação é uma das atualizações da estrutura regimental do Ministério da Saúde, por meio do Decreto nº 8.901/2016, publicado no Diário Oficial da União em 11.11.2016, Seção I, páginas 3 a 17.

“A denominação ‘D’, de ‘DST’, vem de doença, que implica em sintomas e sinais visíveis no organismo do indivíduo. Já ‘Infecções’, podem ter períodos assintomáticas (sífilis, herpes genital, condiloma acuminado, por exemplo) ou se mantém assintomáticas durante toda a vida do indivíduo (casos da infecção pelo HPV e vírus do Herpes) e são somente detectadas por meio de exames laboratoriais”, explicou a diretora do Departamento, Adele Benzaken. “O termo IST é mais adequado e já é utilizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelos principais Organismos que lidam com a temática das Infecções Sexualmente Transmissíveis ao redor do mundo”, completou.

Fonte: Prefeitura de Caraguá

Comentários

Comentários


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/portalcaicara/www/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: