Defesa Civil de Caraguatatuba permanece em estado de observação

A Defesa Civil de Caraguatatuba permanece em estado de observação em relação aos escorregamentos de terra, inundações e quedas de árvores. Segundo o órgão, o volume de chuva registrado nas últimas 72 horas foi de 16,7 mm³. Quando o acumulado de chuvas de três dias chega a 100 mm, é decretado o estado de atenção.

Na última semana foi registrada apenas uma queda de árvore sem o registro de feridos e danos materiais. Os bairros do Olaria, Casa Branca e Jaraguazinho continuam com monitoramento intensivo devido ao grande número de moradores.

As áreas com risco de escorregamentos de terras estão nos bairros: Cocanha, Sertão dos Tourinhos, Portal da Fazendinha, Jardim Santa Rosa, Olaria, Casa Branca, Martin de Sá, Canta Galo, Serraria, Prainha, Sumaré, Jardim Francis, Benfica, Jardim Califórnia, Caputera, Rio do Ouro, Jaraguazinho, Tinga e Cidade Jardim. A Defesa Civil também considera como área de risco toda ocupação irregular.

É recomendado aos moradores dessas áreas de risco que deixem seu imóvel imediatamente e que entrem em contato com a Defesa civil ao perceber sinais de paredes trincadas, desnível no solo em função de enxurradas, postes e árvores trincadas.

Ao notar a água entrando na residência, o morador deve subir os móveis, desligar a energia elétrica, sair do imóvel e ligar para a Defesa Civil. Caso o cidadão execute todos os procedimentos anteriores e não consiga deixar a casa, a pessoa deve entrar em contato com órgão e aguardar o socorro. Em situações de inundações ou escorregamentos, as pessoas são direcionadas para casas de parentes, amigos e abrigos.

A Defesa Civil recebe boletins meteorológicos nos períodos da manhã e da tarde fornecidos pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden) — órgão vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Os índices são coletados por pluviômetros automáticos colocados em toda extensão do município. Há também uma estação hidrológica no Rio Claro (um dos afluentes do Rio Juquerequerê), que mede o volume do curso d’água.

Além das 19 áreas com risco de escorregamentos terra, a cidade possui pontos de inundação nos bairros Morro do Algodão, Barranco Alto, Perequê-Mirim, Pegorelli, Travessão, Pontal Santamarina, Golfinho, Jetuba, Capricórnio, Jardim Santa Rosa (Morro do Chocolate) e Massaguaçu.

PPDC – Está em vigor o Plano Preventivo da Defesa Civil (PPDC) até o dia 31 de março. O Plano inclui monitoramento de dados pluviométricos, previsão meteorológica, vistorias em encostas, remoção das pessoas residentes ou instaladas em áreas de risco, além de especial atenção às áreas onde ocorrem alagamentos e inundações, devido a ressacas e maré alta.

O telefone da Defesa Civil de Caraguatatuba é o (12) 3882-1055. O atendimento é das 7h às 19h. O número de plantão de 24 horas é 199.

Fonte: Prefeitura de Caraguá

Foto: Luís Gava/PMC

Comentários

Comentários


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/portalcaicara/www/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: