Exposição de Carlos Pacheco tem início nesta sexta em Ilhabela

A exposição individual de um dos maiores ícones da arte em Ilhabela, Carlos Pacheco, tem início nesta sexta-feira (4). A cerimônia acontecerá a partir das 20h, nos salões da Fundação Arte e Cultura de Ilhabela (Fundaci), na Vila, e é aberta ao público. O evento é uma realização da Fundaci e conta com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura. As obras poderão ser visitadas até o dia 22 deste mês.

De acordo com informações da organização, o artista é autodidata. “Acompanhando a trajetória de Carlos Pacheco é difícil compreender como, intuitivamente, ele chegou a conclusões de composição e técnica que muitos outros só conseguem com a ajuda e orientação de artistas mais experimentados”, ressalta a fundação.

Pacheco começou a mostrar seus trabalhos a partir dos anos 60, com obras abstratas em que a maior preocupação já era a textura. Para isso, começou a adotar a colagem ou o assemblage, técnica que nunca mais abandonou e que nos trabalhos mais recentes perdem um pouco a característica de volume para assumir importância na composição.

Em 1970 começa a aparecer em suas obras uma tênue sugestão de figuração: uma tendência que se definiu até os anos 80, levando a figura humana para o centro da pesquisa do criador. Tudo num clima expressionista, sem, no entanto, se afastar do cunho muito pessoal que o artista sempre conseguiu manter.

Com o aparecimento da figuração, surge o desenhista Carlos Pacheco, que apresenta um traço firme e surpreendentemente livre para quem não teve orientação profissional, nem esteve ligado a grupos de vanguarda. A composição de seus desenhos, feitos de uma forma despreocupada e rica de mistura e técnicas, também se serve de colagem.

Hoje, inspirado na natureza exuberante, na carpintaria rústica dos barcos de pesca, na arquitetura e vida caiçara, o artista procura conciliar cultura e natureza em uma expressão plástica singular e contemporânea. Produzindo, ao longo desses anos, esculturas, móbiles, maquetes, objetos, desenhos, telas e montagens. Utiliza desde galhos, tábuas e troncos trabalhados por longas viagens através do mar, até objetos de plástico, cordas, materiais que o oceano deposita nas praias e que são reciclados e transformados por meio de sua arte. Segundo informou a Fundaci, a fonte das informações acima são: Cesar Giobbi e Jornal da Ilha.

Serviço: Os salões da Fundaci estão localizados na rua Dr.º Carvalho, n.º 80, na Vila. Mais informações pelo telefone (12) 3896-1747.

Comentários

Comentários


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/portalcaicara/www/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: