Prefeitura de São Sebastião participa de Fórum de Cruzeiros em Brasília

Empresas de turismo marítimo se mostraram entusiasmadas com futuro Homeport em São Sebastião para atender a demanda nos próximos anos 

Buscando a participação em ações pertinentes ao desenvolvimento do Porto de São Sebastião, a Prefeitura Municipal marcou presença no Fórum CLIA (Cruise Lines Internacional Association) Brasil 2019 realizado em Brasília/DF.

A missão do diretor de Assuntos Portuários da Administração, Felipe Zangado, foi conversar com os principais interlocutores desse mercado para tratar do assunto “Homeport”, cujo Projeto Executivo está bastante avançado, com edital de licitação previsto para os próximos meses, obra essa que deverá ocorrer na Praia Grande (Balneário dos Trabalhadores), Região Central da cidade.

A fala de todos os palestrantes foi sobre a necessidade de adequação da infraestrutura da questão portuária da costa brasileira para atender 30 futuros navios que serão construídos em oito anos, aumentando o fluxo de navios, que serão cada vez maiores e mais profundos.

De acordo com Zangado, a ideia de fazer um píer com um calado natural de 15 a 18 metros de profundidade vem ao encontro dessa necessidade que esses navios terão muito em breve.

A ação em São Sebastião não afeta o turismo já desenvolvido em Ilhabela, por exemplo, no que diz respeito a navios de cruzeiro. “Na verdade complementa a estrutura portuária de acessibilidade, como um atrativo para que os cruzeiros venham e distribuam suas riquezas entre as duas cidades e até mesmo o Litoral Norte como um todo”, avaliou o diretor de Assuntos Portuários.

Estiveram presentes no Fórum – além dos Diretores da CLIA – os principais executivos das empresas que exploram o turismo de cruzeiros no Brasil com a Costa Cruzeiros, a MSC Cruzeiros, Norwegian Cruises, Oceania Cruises, Seven Seas Cruises, Regent, e Royal Caribbean.

“Falamos com representantes de todas as empresas, que se mostraram entusiasmadas no fato de termos um futuro novo píer para atender a demanda nos próximos anos. Se tudo der certo, é uma obra para dois anos e meio a três. Se o cronograma for seguido, com a licitação ainda este ano e início das obras em 2020, essa é a previsão”, disse Zangado.

De acordo com ele, seremos ponto de partida e chegada de grandes navios, bem como ponto para escalas para navios que dão volta ao mundo, por exemplo. “Teremos calado, estrutura para essa demanda, e ainda atenderemos necessidades marítimas que hoje o porto não detém. Isso vai gerar novos negócios, inclusive para setor portuário. Novos negócios irão acontecer de um modo geral, que irão repercutir como um todo”, acrescentou.

Homeport, Marina Pública e Heliponto

No ano passado, a Prefeitura conseguiu do Ministério do Turismo um selo que deu créditos para o financiamento de obras de infraestrutura voltadas ao turismo. “Conseguimos R$ 200 milhões para o Homeport, R$ 100 milhões para a construção de uma Marina Pública em frente à Praça de Eventos da Rua da Praia (cuja audiência será realizada em setembro, após a abertura do edital), e outros R$ 50 milhões para a ideia de um pequeno aeroporto a ser implantado no Canto do Mar, Costa Norte da cidade”, informou o diretor.

Fonte e foto: Prefeitura de São Sebastião

Comentários

Comentários


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/portalcaicara/www/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: